Perguntas Frequentes do Curso de Paraquedismo Skydive Seven

O Paraquedismo é um desporto seguro?
Regras de Segurança da FPPq
Qual a sensação de queda-livre?
Como posso aprender a fazer queda livre?
A partir de que idade posso saltar?
Quais são os requisitos físicos?
Tenho de fazer um seguro?
Que curso posso fazer?
Abertura Automática?
Queda Livre Acelerada?

Qual a sensação da abertura do paraquedas e de voar um paraquedas?
Que roupa devo usar?
E se o meu paraquedas não abrir?
E a aterragem é muito “dura”?
Acabei o curso, e depois?
Como respiro em queda livre?

O paraquedismo é um desporto seguro?

O paraquedismo é um desporto que expõe os atletas ao risco real de perigo ou morte. Uma análise mais detalhada dos acidentes mostra que a maioria são provocados por erros de julgamento ou de procedimentos por parte do saltador, ao contrário do que se diz, muito poucos acidentes ou lesões são causadas pelo acaso ou uma falha inesperada do equipamento.

Os saltadores com treino adequado, que se mantêm atualizados e com uma atitude conservadora em relação ao paraquedismo raramente se envolvem em incidentes e sofrem poucos ou nenhuns ferimentos.

Regras de Segurança da FPPq.

As regras de segurança são feitas para que se possa oferecer o paraquedismo como atividade segura. O seu cumprimento não garante um evitar total do acidente, no entanto a experiência permite dizer que o seu não cumprimento origina o acidente. Logo a observância destas regras torna as hipóteses de segurança muito maiores.

Em certas circunstancias as mesmas regras podem ser mais elásticas, permitindo uma maior tolerância.

Todos os agentes ligados ao Paraquedismo devem evitar praticar queda livre até 24 (horas) depois do mergulho com garrafas de oxigénio.

Drogas e Álcool. É interdito o salto sob a influência de álcool ou drogas. Os efeitos destas substâncias são ampliados pelo aumento da altitude, devido à alteração das condições atmosféricas.

Qual a sensação de queda livre?

A queda livre não é o turbilhão de sensações nem uma montanha russa, que a maioria das pessoas espera que seja. É uma agradável sensação de flutuação e apoio, com uma ligeira sensação de pressão de ar contra o nosso corpo.

A queda livre e a sensação mais próxima do “voar”, especialmente quando praticada em formação com outros saltadores. Em relação aos outros saltadores no ar, um saltador pode deslocar-se para a frente, para trás, para cima e para baixo e em todas as direções no ar. Consegue mesmo mover-se na vertical com velocidades de cerca de 340 km/h e uma velocidade horizontal de cerca de 90 Km/h. O fluxo constante de ar permite executar toda uma panóplia de movimentos com precisão e controlo.

Como posso aprender a fazer queda livre?

Nós oferecemos uma variedade de opções talhadas ao gosto individual e de acordo com o previsto pela Federação Portuguesa de Paraquedismo.

A Iniciação à Queda-livre (IQL) consiste em cerca 6 horas de instrução teórica no solo seguida por um salto com dois instrutores.

A partir de que idade posso saltar?

A idade mínima legal para saltar são 16 anos, mediante autorização de representante legal (encarregado de educação).

Quais são os requisitos físicos?

Em geral, o aluno deve estar em boa forma física, no fim de contas é um desporto.

Vai ser obrigado a usar cerca de 15 Kg de equipamento, suportar o ligeiro ‘choque’ de abertura, manobrar o paraquedas. Vai ainda experimentar variações 10 a 30 graus de temperatura, 4-6 horas de aula.

É esgotante, mas, falando sério, os problemas podem surgir quando um atleta é muito pesado (mais 110 kg) ou se eles têm condições médicas que possam prejudica-los durante a atividade. Alguém que sofre desmaios, epilepsia, perda de consciência ou tem um coração fraco não deve estar a saltar.

Quanto melhor a sua condição física, mais vai desfrutar da experiência. Dito isto, muito poucas pessoas têm condições médicas ou físicas que, na verdade, possam impedi-la de saltar.

Se tem uma pergunta especifica, pergunte-nos, e como sempre, pergunte ao seu médico. Pode se surpreender com as relativamente poucas restrições físicas envolvidas num desporto tão excitante como este.

Tenho de fazer um seguro?

Sim, é obrigatório que todos os praticantes de paraquedismo tenham um seguro desportivo de acidentes pessoais. O mesmo é realizado UNICAMENTE através da Federação Portuguesa de Paraquedismo, entidade que regula o paraquedismo em Portugal. Para efeitos deste Seguro ficam abrangidas, na qualidade de Pessoas Seguras, os Desportistas Amadores, independentemente da sua idade e demais Agentes Desportivos. Os Riscos e Capitais Seguros para as Pessoas Seguras acima indicadas são os seguintes, por pessoa e sinistro, salvo se outros forem pontualmente acordados: Desportistas Amadores: Invalidez Permanente, €27.900,00. Despesas de Tratamento e Repatriamento, €4.500,00. Despesas de Funeral, €2.700,00 Euros.

Franquia por sinistro e pessoa segura, na cobertura de Despesas de Tratamento e Repatriamento: €175,00.

Que curso posso fazer?

Abertura Automática

Já muito pouco usado este curso, incluí uma saída individual e aterragem individual.

Este método requer ao aluno lições teóricas e práticas, durante várias horas,
dependendo do número de alunos no curso. Tendo inicio ao começo da manhã e
terminando com o primeiro salto ao fim do dia, sempre que as condições o permitam.

No dia seguinte deverá ser dada continuidade à efetivação dos restantes saltos. Estes saltos não devem ser efectuados abaixo dos 3000ft AGL 1000 (mil metros) a partir do nível do solo.

Quando o aluno sai do avião, a tira extractora está presa ao avião, que por sua vez vai abrir o contentor, fazer a extração do saco interior, seguindo-se o desenvolvimento e abertura do paraquedas principal. O aluno inicia a sua descida conduzindo o seu paraquedas para a zona de aterragem.

O aluno deve estar preparado para qualquer situação de emergência.

Queda Livre Acelerada (QLA/AFF)

No treino QLA o aluno recebe instrução dupla em queda livre. O salto é efectuado com dois mestres de salto (Instrutores), que proporcionam a assistência directa à saída em queda livre.

Assim que o paraquedas é aberto os instrutores deixam o aluno que efetuará uma descida individual.

O aluno deve ser sempre acompanhado até à abertura.

Este método também obriga a treino no solo antes de cada salto. A vantagem é que o aluno vai sendo corrigido durante a queda livre.

Os saltos em QLA são feitos pelo menos a 12.000Ft que possibilita quedas livres de
mais de 40 segundos. Na Skydive Seven nunca fazemos a menos de 15.000ft, mais e melhor tempo em queda livre.

Ao atingir a altitude de abertura (5.000ft), o aluno abre o seu próprio paraquedas.
Qual a sensação da abertura do paraquedas e de voar um paraquedas?
O choque de abertura é muito semelhante á sensação de saltar de pé para dentro de uma piscina, a abertura demora de 2 a 5 segundos e não é nada desconfortável.

Quanto ao voar um paraquedas, é muito simples. Os paraquedas retangulares (“asas”) são simples de manobrar, os manobradores estão colocados na “cauda” do paraquedas do lado direito e esquerdo. Ao destravar (pegar nos manobradores) o paraquedas e puxar os manobradores de um lado e do outro, vamos guiar o paraquedas ao nosso gosto.

Que roupa devo usar?

Deve usar uma roupa confortável, que não prenda os movimentos e de acordo com a época do ano. Temos á disposição combinações de saltos, para o salto, não se esqueça de trazer umas sapatilhas ou calçado similar pois vai dar muito jeito na aterragem. (não botas do estilo militar).
E se o meu paraquedas não abrir?

É sem dúvida uma das perguntas mais frequentes, mas também uma com a resposta mais simples de dar. Todos os paraquedas de aluno estão equipados com um Dispositivo de Abertura Automática, que faz constantes medições da pressão atmosférica e caso o paraquedista passe certo patamar com uma velocidade superior ao previsto, este vai acionar o paraquedas de reserva.

O paraquedas de reserva tem de ser dobrado e inspecionado por um dobrador credenciado pela FPPQ num ciclo de 180 dias mesmo que não tenha sido usado nesse período.

De salientar que o paraquedas principal do aluno é SEMPRE dobrado por um dobrador qualificado!

E a aterragem é muito “dura”?

Durante todo o curso terás auxílio de radio terra-ar, que caso seja necessário dá indicações para ajudar a manobrar o paraquedas. Os paraquedas de aluno devido á sua configuração, são paraquedas muito permissivos que permitem executar toda uma panóplia de manobras sem por em causa a segurança do saltador. Na aterragem com a execução dos procedimentos ensinados será como dar um pequeno salto de um degrau para o chão.

Acabei o curso, e depois?

Agora começa a diversão a sério! Fazes oficialmente parte de uma irmandade de indivíduos que decidiram dar aquele passo: Sair de um avião em voo em perfeito estado de funcionamento!

É agora altura de começar a saltar em todo o mundo, com outros saltadores mais experientes e evoluir num desporto em que a perfeição ainda esta por atingi.
Como respiro em queda livre?
Naturalmente, sem esforço! Ao contrário do mergulho ou outras atividades, em queda livre a respiração não sofre alterações.