Voar Indoor chegou a Portugal

Tandem Skydiving Pictures and Video Skydive Seven Algarve

Skydive Indoor chegou ao Porto em Portugal, e isto significa que vamos poder usufruir em território nacional de mais uma forma de ‘brincar’ com o ar, onde são permitidas manobras que habitualmente eram realizadas só a grande altitude durante um salto em Queda Livre por paraquedistas.

Saltar de Paraquedas é uma experiência, outra é brincar num túnel de Vento, são atividades completamente distintas. Andar num Carro de Corridas real vs Jogar na PlayStation 🙂

Já abriu na Maia (Porto) e em breve irá abrir no Fórum Sintra.

Neste equipamento para todas as idades, vais poder aprender de forma divertida e descontraída a voar com o teu corpo, em todas as posições e variações de velocidade, sempre acompanhado por um instrutor especializado em voar contigo num Túnel de Vento.

Partilhamos aqui a página de Facebook da – DreamFly Portugal Indoor Skydiving e o seu website www.dreamfly.eu

Os Túneis de Vento

Um túnel de vento, outrora horizontais, têm na sua origem a necessidade de produção do vento para que se pudesse estudar determinados modelos matemáticos em objetos que estejam expostos ao movimento de ar durante um determinado período de tempo ou velocidade. Tal como outras tecnologias estes equipamentos têm evoluído de forma impar em vários sentidos, tornando-se mais eficientes em consumo energético e dimensão.

Com melhoria técnica nasceram os túneis verticais, onde muitos paraquedistas iniciam o seu treino ou melhoram técnicas de voo. Atualmente os Túneis de Vento são na sua maioria simuladores de Queda Livre, que reproduzem velocidades que se ajustam às que são praticadas por um corpo em queda livre, e que podem variar consoante o peso e formato de cada pessoa, normalmente entre os 180 e os 350 Km/.

Atualmente, e com a natural evolução de todos os desportos de aventura, estes são novos equipamentos de diversão para toda a família, sem que tenha de existir um compromisso de que se está a treinar para ser ‘paraquedista desportivo’, e sem a necessidade de aprender tudo sobre o funcionamento e segurança deste desporto mágico.

Esta evolução levou a que grande parte das horas que são realizadas nos Túneis de Vento (Indoor Skydiving) são destinadas aos turistas internos ou externos, e nisso já todos nós sabemos de que Portugal e os Portugueses são mestres na arte de bem receber.